sábado, 9 de abril de 2011

Escadaria dos Remédios agoniza

0 comentários








“Símbolo do êxodo rural provocada pela Zona Franca de Manaus, a Escadaria dos Rémedios agora abandonada. Agoniza! "



Da redação do A Lucta Socia


É fácil verificar o descaso do poder público com o cartão de visita da cidade que vai ser uma das subsedes da Copa do mundo que acontecerá no Brasil em 2014. Lixo fora e dentro da água, estrutura das escadas completamente deteriorada, buracos nas calçadas e nas ruas, crianças consumindo drogas é um exemplo emblemático do descaso de sucessivas administrações municipais com o único terminal de passageiros público da cidade.


No Porto ‘improvisado’ os problemas estão por todos os lados. Mesmo sem estrutura aparente para o funcionamento, o porto é referência para embarque e desembarque de passageiros e cargas, que seguem ou chegam de vários municípios do Amazonas e ainda de outros estados.


As balsas que servem de embarque e desembarque de passageiros não são suficientes para quantidade de barcos que chegam ao porto todos os dias. Os proprietários das embarcações que não conseguem lugar nas balsas acabam atracando em outra embarcação, fazendo com que seja fácil encontrar barcos amarrados uns aos outros, o que aumenta o risco de acidentes.


Os nossos colegas de trabalho ficam pulando de uma embarcação para outra, quando acontece temporal aqui no porto”. Contou o Marinheiro João da Silva que lembrou ainda que é alto o índice de roubo de bagagem de passageiro.


O Porto de Manaus (Escadaria dos Remédios) além de não apresentar condições para receber embarcações, é um perigo para quem passa por ele. As escadas que dão acesso às balsas e as calçadas estão completamente destruídas o risco de quedas e acidentes é frequentes. Os carregadores se desdobram para atender a demanda, mas, não escondem a insatisfação quanto às condições do local de trabalho.


É fácil encontrar adultos e crianças consumindo drogas, bebidas alcoólicas, isso sem falar na prostituição. Em menos de trinta muitos percorrendo a Orla encontramos menores de idades em frente à Feira da Manaus Moderna cheira cola e fumando entorpecente a vontade e a céu aberto.


O triste é vermos essa obra interminável que começou com suspeita de desvio dos recursos para bancar campanhas politicas do atual Prefeito e do grupo que se reveza no poder local há três décadas.


A velha Escadaria dos Remédios de muitas lembranças para todos os interioranos que aqui chegaram para morar está hoje um trapo! Corroída pelo abandono do poder público Estadual e Municipal agoniza. Junto com ela está nossas esperanças e a nostalgia dos que até hoje frequentam para enviar encomendas cartas e até acenar com os gestos de adeus e boa viagem para os que partem para os grandes rios da Amazônia.


0 comentários:

Postar um comentário